2021-06-07

Em 1875, com O Berloque Vermelho nasce o “armário literário português”

Está desde hoje disponível para encomenda nas principais lojas online nacionais e internacionais o n.º 13 da coleção de Clássicos de Literatura Gay da INDEX ebooks, o conto de Silva Pinto, “O Berloque Vermelho”.

Na sua apresentação magistral a “O Berloque Vermelho”, António Fernando Cascais dá-nos uma abrangente panorâmica sobre a representação da homossexualidade na literatura portuguesa, enquadrando-a com a construção do conceito de homossexualidade, e concluindo que, com Silva Pinto, talvez tenha nascido o “armário literário português”.

Mais informações: www.indexebooks.com/berloque

 

2021-05-10

Homofobia e Anticlericalismo no Início do século XX


Está desde hoje à venda o número 12 da série Clássicos de Literatura Gay, da INDEX ebooks, uma coletânea de textos satíricos do início do século XX intitulada O Bispo de Beja e Afins, organizada e com introdução de Fernando Curopos (Sorbonne, Paris), que nos dá um panorama do manancial de literatura anticlerical e homofóbica clandestina que circulava então em Portugal e no Brasil.

​Nesta coletânea que agora se publica, Fernando Curopos reúne o opúsculo de Homem-Pessoa a dois textos satíricos da época sobre o bispo de Beja e à primeira edição moderna de Uma Ceia Alegre (1908), uma paródia à Ceia dos Cardeais (1902) de Júlio Dantas. 

Mais informações aqui.

2021-04-26

Censurado por mais de um século, "Saturnino" regressa aos leitores

A INDEX ebooks orgulha-se de anunciar a primeira reedição moderna do romance Saturnino, Porteiro dos Frades Bentos, uma tradução adaptada de um original francês, realizada possivelmente por um “anónimo brasileiro”, que se constituiu numa nova obra, ou hipertexto. Publicado em 1842, Saturnino, Porteiro dos Frades Bentos, constituiu um enorme sucesso comercial no campo da “literatura para homens”, tanto em Portugal como no Brasil.

Obra censurada ao longo dos anos (só são conhecidos atualmente três exemplares da edição portuguesa de 1842), com perseguição e prisão de presumíveis autores, editores e livreiros, e até mesmo leitores, esta reedição não foi autorizada, nos nossos dias, pela Amazon.

Mais informações aqui.